O que são Investimentos de Impacto

O Brasil e o mundo passam hoje por desafios sociais e ambientais. Ao mesmo tempo, existe a certeza de que é necessário atrair mais capital para financiar soluções inovadoras para tais problemas – além das fontes de tradicionais, como os recursos governamentais, o investimento social privado e a filantropia.

 

Os Investimentos de Impacto buscam atrair recursos oferecendo (a quem doa ou investe) a medição do impacto socioambiental gerado. Trata-se do uso de recursos privados e públicos via instrumentos financeiros, novos e existentes, em atividades que visam produzir impacto socioambiental com sustentabilidade financeira, podendo ou não gerar retorno financeiro sobre o capital investido.

Investimentos de Impacto

 

 

O que são Negócios de Impacto

Negócios de Impacto são empreendimentos que têm a missão explícita de gerar impacto socioambiental ao mesmo tempo em que geram resultado financeiro positivo e de forma sustentável.

 

Há 04 princípios* que diferenciam os Negócios de Impacto das ONGs ou dos negócios tradicionais (independentemente da constituição jurídica da organização):

 

(1) têm um propósito de gerar impacto socioambiental positivo explicito na sua missão;
(2) conhecem, mensuram e avaliam o seu impacto periodicamente;
(3) têm uma lógica econômica que permite gerar receita própria;
(4) possuem uma governança que leva em consideração os interesses de investidores, clientes e a comunidade.

 

Os negócios de impacto podem assumir diferentes formatos legais: associações, fundações, cooperativas ou empresas.

01_negimpacto

*Como definidos pela Carta de Princípios Para Negócios de Impacto no Brasil elaborada pela Aliança pelos Investimentos e Negócios de Impacto em 2015. Para ler a publicação completa, acesse: Carta de Princípios para Negócios de Impacto no Brasil